Booking.com

Pimentas

3 de maio de 2011

Como cuidar da pimenteira para ajudar no tempero da casa

Além de fazer bem para o coração, vasos com pés de pimenta são tendência na decoração

 

Tem quem leve a vida de forma picante, tem quem goste de comida apimentada e tem quem goste de ficar em casa sem nada para fazer. Tem quem regue suas plantas e tem quem só saia para comer fora. E ainda tem quem use para se proteger do mau-olhado. Mas é difícil achar alguém que não gosta de pimenta. Seja temperando as refeições e a vida com as mais diversas cores e sabores. Andréia Possamai, sócia da floricultura Casa di Fiore, fala sobre cuidados para ter uma pimenteira bonita e digna de assim ser chamada.
Primeiramente, uma coisa deve ficar clara: é uma planta que exige cuidados como qualquer outra, mas assim como seu fruto, tudo a respeito dela deve ser bem dosado. “Muitas pessoas adubam frequentemente e estão sempre regando. Quando compram uma, muitos jardineiros dizem que deve ser mantida no sol, mas sem os detalhes desses cuidados, todas essas ações vão apenas encurtar a vida da planta”, comenta Andréia.



Bruna Neto, estudante de jornalismo de Blumenau, possui uma e nos procurou para esclarecer as mesmas dúvidas de todo iniciante no cultivo desta planta. Ela exemplifica que sua primeira pimenteira era bonita e dava frutos, mas não demorou a murchar e morrer. Agora na segunda planta, os sintomas reapareceram. “Procurei na internet por ajuda e achei dicas de todos os tipos, mas o consenso é de manter no sol e regar constantemente. O problema é que continuando dessa forma, ela não vai durar muito tempo”, comenta a estudante.
Ela diz que a planta dá mais vida e cor ao ambiente onde fica. “Dizem que filtra a energia ruim. Pode até não ser verdade, mas só o fato de acreditar nisso já vale”, diz Bruna. Para cuidar da planta, é preciso primeiro saber o quanto regar. “As regas devem ser regulares sim, mas o ideal é retirar o prato do vaso. A pimenteira não gosta de ficar encharcada, mas se deve evitar que a terra fique completamente seca, o ideal e manter a terra sempre úmida”, explica Andréia.
Sobre a exposição ao sol, segundo a profissional, a planta deve ficar exposta ao menos um período do dia seja manha ou tarde. O ideal é quatro horas de exposição.
Fique atento: depois de dar frutos, ela começa a murchar cada vez mais. “O processo de frutificação exige muita energia da planta e, portanto, após sua frutificação o ideal é realizar o replantio, a poda de galhos e folhas secas ou mortas, adubar e manter as regas diárias” orienta Bruna.





fonte:www.photaki.com

6 comentários:

  1. É linda a ideia, mas não tenho muita sorte com nenhum tipo de planta. Só tenho cactos e mesmo assim alguns deles apodrecem. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante o post, adoro pimentas mas sempre compro, estava pensando em plantar, talvez seja melhor continuar comprando já que a durabilidade da planta é curta.
    xerooooo

    ResponderExcluir
  3. hola! gracias por tu visita
    tu blog es lindo!
    felicitaciones
    cariños
    c@

    ResponderExcluir
  4. Ui..eu amo pimenta na comida. Queria aprender masi como usa-las.
    Bjin e obrigada pelas dicas!

    ResponderExcluir
  5. Olá Alessandra tudo bem?

    Menina amo uma comidinha bem apimentada. O coisa boa. Por isso amei esse post.
    Tenho aqui em casa um vaso com pimentas artificiais só para enfeitar mesmo e acredite todos que aqui chegam já botam a mãozinha pra ver se é verdade pode?

    bjs
    http://ursulinodecor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Menina! Estou lutando com um pé de dedo de moço tem bem uns 4 meses.Ela deu fruto, ai ela da flores e caem os brotinhos.Troquei de vaso, adubei e rego todos os dias, e mais estas dicas suas vamos ver se consigo tirar uma bela foto.
    Beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...