Booking.com

Viagem de Carro - Santiago do Chile - Passando por Bariloche, Pucón e Huilo Huilo

23 de julho de 2017

Esta é a terceira postagem que faço no blog sobre a viagem de carro ao Chile, passando pela Argentina e Uruguay.
A primeira vez foram duas postagens, uma da ida (aqui) e outra da volta (aqui), feita em outubro de 2015 onde ainda era frio e pegamos o último final da semana aberto das estações de Esqui e a neve ainda estava linda!

Desta vez fomos no verão para conhecer a Cordilheira dos Andes em outra estação.
Não tem a beleza da neve, raramente se vê uma "nevinha" no alto de uma montanha...
mas o caminho é lindo também!

O nosso roteiro desta vez estava direcionado a chegar até Santiago do Chile novamente, mas desta vez passando por Bariloche, na Argentina, Pucón, no Chile e em especial a Reserva Biológica Huilo Huilo.


Próximo à Santiago pretendíamos ir a Vinã del Mar e Valparaíso em alguns pontos turísticos e, visitar também uma das vinícolas nos arredores.

Com esse "roteiro" pesquisamos o caminho, imprimimos mapas do caminho desejado para ser percorrido a cada dia para garantir. Porque o GPS pode não funcionar e daí já viu!! Instalamos GPS nos dois celulares, em um tablet e também tínhamos no carro. Baixamos o Map Factor Navigator Free e funcionou muito bem. Precisa tudo isso? Mal não faz e no final das contas usamos todos porque tiveram dias que viajamos o dia todo e ia acabando a bateria , e o do carro ficou meio maluco. Então vale a pena ter mais de uma opção de "guia" sim!!

Vou fazer as postagens separadas para poder colocar bastante fotos e informações e o post não ficar tão longo.

Saímos de Santa Maria, no RS em direção a Uruguaiana, RS,  que faz fronteira com a Argentina, na cidade de Paso de Los Libres. Após sermos liberados na aduana seguimos para a cidade de Rosário(Argentina) e chegamos à noite e fomos procurar um hotel, pois não tínhamos reserva. Após muita procura encontramos. No outro dia seguimos para cidade de Neuquén.
Neuquén é a capital da província de Neuquén na Argentina e é a cidade mais importante da Patagônia. Se encontra ao leste da provínica, no Departamento Confluencia, do qual é o centro. População: 224.685 (2010) Informações da Wikpédia.

Havíamos reservado no dia anterior um Hostel em Plottier, próximo a Neuquén e, como já chegamos à noite novamente fomos direto para descansar, porque neste dia a viagem muito longa.

No outro dia seguimos em direção a Bariloche, antes porém reservamos  um hotel no centro da cidade pelo Booking.com .
Esse é o tipo de viagem que mesmo antes de chegar no lugar programado, somente o caminho já vele muito a pena, com paisagens lindas!

Um pouco antes de chegar ao centro da cidade já encontramos a sinalização do início do caminho dos Sete Lagos começando com o Lago Nahuel Huapi, cartão postal da cidade onde podemos visualizar morros que, no inverno ficam cobertos de neve.









 Chegamos ao centro de Bariloche no início da tarde, a tempo de tomar um banho e conseguir umas informações turísticas com o dono do Hotel  e conseguir percorrer o Circuito Chico, que conforme o proprietário, "você não conheceu Bariloche se não conhecer o Circuito Chico". Esse circuito é o city-tour das paisagens da cidade.

Iniciamos a visitação a região dos lagos, onde está muito bem sinalizada , com indicação do nome dos lagos e histórico.

Uma das visitas obrigatórias é o Hotel & Resort LLAO LLAO , para conferir sua linda vista dos lagos e, se você puder bancar, a estadia deve ser maravilhosa, mas isso eu ainda não posso contar a vocês porque não coube no orçamento, rsrsrs... Essa era a época de lavandas e todos os ambientes estavam perfumados com essa fragrância. Toda a cidade estava perfumada!!!



Ao percorrer o caminho é impossível não parar muuuuuuitas vezes para fotografar as lindas vistas dos lagos, de um azul incrível! Segue uma sequencia de fotos que mostram mais do que possa traduzir...








 E trouxe um vídeo dos lagos lindos desse circuito:



Ainda no Circuito Chico conhecemos a famosa o Jardin Cervecero, com a famosa cerveja Patagônia em variados sabores.
O lugar é encantador, aconchegante e há um espaço para degustar as cervejas e comer e outro onde pode aproveitar a linda vista dos lagos.





 Algumas imagens do local eu gravei para vocês terem noção do ambiente e , no segundo vídeo a vista incrível para tomar uma cerveja no final de tarde... que tal?!



No outro dia  fomos conhecer o centro da cidade, e eu queria muito conhecer as famosas casas de chocolate, porque segundo os habitantes locais, em Bariloche é Páscoa o ano inteiro. 


Visitamos a  Rapa Nui e a Mamuska. E realmente os chocolates são deliciosos e lindos!


Bariloche não era nosso destino principal, mas conseguimos inclui ela para conhecer rapidamente alguns lugares, em dois dias. Valeu muito a pena e deve ser uma cidade ótima para descansar por uma semana e aproveitar mais o dia e a noite da cidade, que dizem ser bem agitada.

Este post encerro por aqui e no próximo seguimos em direção ao Chile, para conhecer Pucón e a Reserva Biológica Huilo Huilo.

Veja também:


Você pode acompanhar todas as novidades pelas nossas redes sociais:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...